CREMERJ realiza palestra sobre a história da medicina

10/05/2013


O professor da Universidade Federal Fluminense (UFF) e obstetra Antônio Rodrigues Braga Neto, que também é membro da Sociedade Brasileira da História da Medicina (Sbhm), proferiu a palestra “Contribuição do Conhecimento da História da Medicina para a Formação Médica”, durante plenária temática promovida nessa terça-feira, 7.
 
Na ocasião, Braga destacou as principais descobertas da área nas Idades Clássica, Média, Moderna e Contemporânea e como cada uma delas foi essencial para o aperfeiçoamento da medicina no Brasil e no mundo, provando que o passado pode contribuir, sim, com a formação dos médicos dos dias de hoje.
 
Além disso, fez uma analogia entre passado e atualidade, exemplificando que, mesmo com o passar dos anos, a história pode se repetir ou acontecer caso semelhante. O professor também apresentou momentos marcantes da medicina, como o primeiro parto por cesariana em 1500, a inauguração dos primeiros hospitais no período da Idade Média e a medicina renascentista na Idade Moderna. Dos renomados médicos brasileiros, Braga citou Carlos Chagas, indicado na década de 20 a receber o Prêmio Nobel.
 
“Se não valorizarmos a história da saúde médica, vamos desmoronar. O médico vale muito, por isso precisa conhecer a sua história. A medicina evoluiu, temos equipamentos de última geração para nos auxiliar no diagnóstico. Mas nada disso é tão valioso quanto o relacionamento entre o médico e o paciente, que é a raiz”, afirmou Antônio Braga.
 
Para a presidente do CREMERJ, Márcia Rosa de Araujo, a palestra tratou-se de uma verdadeira aula, que mostrou a circularidade da história.
 
“Foi interessante ver como as cenas do passado se correlacionam com o presente. Esse tipo de palestra nos faz pensar em quem somos e refletir sobre cada atendimento. A história dá saltos e nós precisamos conhecê-la para saber como agir hoje diante de certas situações”, declarou Márcia Rosa, acrescentando que há livros da Sbhm na biblioteca do CREMERJ, disponíveis para a consulta dos médicos.