MS emite nota contraditória sobre Cardoso Fontes

05/03/2013


O CREMERJ demonstra perplexidade diante de nota do Ministério da Saúde em resposta à matéria sobre o Hospital Federal Cardoso Fontes veiculada no RJ TV 2ª Edição (TV Globo) dessa segunda-feira, 4. A reportagem noticiou o protesto de membros do corpo clínico pela falta de recursos humanos, sobrecarga de trabalho e superlotação da emergência. A justificativa do ministério para a carência de profissionais na unidade é que “os médicos do hospital não recusam atendimento e a demanda supera a capacidade do hospital”. O CREMERJ reforça que, pelo Código de Ética Médica, o médico não pode recusar atendimento aos pacientes, não pode se omitir. O que se espera são condições dignas de trabalho, profissionais suficientes para atender a população e o empenho do Ministério da Saúde para suprir a falta de médicos.

Para assistir à reportagem do RJ TV 2ª Edição na íntegra, clique aqui!