Amererj promove assembleia sobre bolsas, no CREMERJ

24/01/2020

A Associação dos Médicos Residentes do Estado do Rio de Janeiro (Amererj) realizou nesta quinta-feira, 23, no auditório Júlio Sanderson, no CREMERJ, uma assembleia para debater os constantes atrasos no pagamento das bolsas dos residentes da rede municipal de Saúde do Rio. O encontro teve como objetivo alinhar futuras ações para evitar que os médicos fiquem sem receber seus salários.

 

De acordo com o presidente da Amererj, Gabriel Werberich, até o inicio da manhã (23), a bolsa referente ao mês de dezembro não havia sido paga. Ele explicou que a entidade enviou ofício a Secretaria Municipal para informar que os residentes poderiam entrar em greve, caso o pagamento não fosse normalizado. Ao longo do dia, no entanto, os depósitos começaram a ser efetuados.

 

“Teve que ter uma pressão. Para este mês resolveu, mas vamos ver como será no próximo. Muitos residentes dependem exclusivamente deste dinheiro e não recebê-lo impacta diretamente em suas vidas financeiras”, explicou Werberich.

 

A diretora e coordenadora da Comissão de Integração do Médico Jovem do CREMERJ, Beatriz Costa, participou da reunião. “O CREMERJ dá todo o apoio ético e legal para o movimento, que é legítimo. Lutar pelo pagamento da bolsa do residente é fidedigno. Podem contar com o Conselho para o que precisarem”, declarou.

 

Uma nova assembleia foi agendada para fevereiro para que os residentes possam discutir a sobre a situação das residências e novos rumos para o movimento.