CREMERJ é contrário ao fechamento do Herculano Pinheiro

21/05/2019


A decisão de fechar o Hospital Maternidade Herculano Pinheiro é um ato administrativo exclusivo da Prefeitura do Rio.

O CREMERJ é contrário à redução do número de leitos hospitalares, o que, evidentemente, criará maiores dificuldades para o já precário atendimento à população. Não concordamos com o fechamento de qualquer Unidade Hospitalar, mas temos a obrigação de fiscalizar para assegurar um atendimento condizente com a boa assistência médica.

A área das maternidades Alexander Fleming e Herculano Pinheiro é a de maior mortalidade materna do Rio que no geral já é altíssima. A decisão de fechar o hospital em vez de resolver os problemas é exclusiva da autoridade municipal. Fechar uma maternidade numa região carente é piorar o que já é muito ruim.

A resposta da prefeitura deveria ser a de fazer concursos públicos para repor o número de médicos das duas maternidades. E investir nas estruturas das Unidades.

O CREMERJ se utilizará de todos os esforços para impedir este fechamento.