CRM fiscaliza Lourenço Jorge para apurar quadro após incêndio

04/11/2018


 
Diretores do CREMERJ estiveram na manhã deste domingo, 4, no Hospital Municipal Lourenço Jorge, para verificar a situação após o incêndio na Coordenação de Emergência Regional (CER) Barra - anexa à unidade - na tarde de ontem.
 
Os conselheiros Beatriz Costa, Celso Boechat, Luís Guilherme dos Santos, Rafaella Leal e Ricardo Farias realizaram uma fiscalização no hospital, que absorveu cerca de 30 pacientes da CER em razão do incidente. Aproximadamente 70 pacientes precisaram ser transferidos, sendo distribuídos entre 14 unidades.
 
"Os atendimentos estão sendo mantidos no Lourenço Jorge, onde a equipe faz um trabalho de força tarefa para dar conta da demanda. Embora a unidade já enfrentasse superlotação e outros problemas inerentes à rede pública, o hospital segue com seus atendimentos referenciados", frisou a coordenadora da Comissão de Fiscalização (Cofis) do CREMERJ, Rafaella Leal.
 
O laudo sobre as causas do incêndio deverá ser divulgado na tarde de hoje, e o Conselho fará o acompanhamento do caso de perto, inclusive com a apuração a cerca das causas dos óbitos e das condições das transferências dos pacientes.
 
"Foi um episódio muito triste. Lamentamos, profundamente, as mortes dos três pacientes, ocorridas durante a  sua transferência, e parabenizamos cada médico da rede municipal que não poupa esforços para sempre atender bem à população", salientou o presidente do CREMERJ, Sylvio Provenzano.
 
                                         Na foto, os conselheiros Ricardo Farias, Beatriz Costa, Celso Boechat, Rafaella Leal e Luís Guilherme dos Santos