Cocem: onze comissões de ética são empossadas

18/07/2018


Onze comissões de ética tomaram posse nesta terça-feira, 17, durante reunião da Coordenação das Comissões de Ética Médica (Cocem) do CREMERJ. As unidades participantes foram: Unidade Mista de Saúde José Antônio da Silva Rego, Instituto Nacional de Seguro Social – gerência executiva Duque de Caxias, Instituição Adventista Este Brasileira de Prevenção e Assistência a Saúde, Hospital Federal dos Servidores do Estado, Hospital Federal da Lagoa, Hospital Maternidade Carmela Dutra, Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia Jamil Haddad, Hospital Quinta Dor, Hospital de Clínicas São Matheus, Hospital Ilha do Governador  e Casa de Saúde Santa Lúcia.

A mesa de abertura foi composta pelo coordenador da Cocem e vice-presidente do conselho, Serafim Borges, pelos diretores Erika Reis e Gil Simões, pela coordenadora do Grupo de Trabalho de Bioética do CREMERJ, Maria Inez Rebelo, e pelo assessor jurídico do CRM Eurico Cavalcanti. 

Serafim Borges abriu a reunião falando sobre a importância das comissões de ética para a defesa do médico e para a resolução de questões éticas que se apresentam nas unidades.  Ele também destacou fatos que foram noticiados na mídia  que envolveram questões éticas de médicos e o posicionamento e as ações do CRM a respeito.

Em seguida, Maria Inez palestrou sobre eutanásia, distanásia e ortotanásia. Foram abordados os debates que estão ocorrendo no Grupo de Trabalho de Bioética do CREMERJ sobre os temas; as implicações jurídicas e as questões éticas que envolvem os procedimentos; a Resolução do 1805.06, do Conselho Federal de Medicina (CFM), que trata de critérios para a prática da ortotanásia; o testamento vital e o uso do termo de consentimento informado, que permite ao paciente poder tomar decisões sobre os tratamentos e procedimentos propostos a ele.

“Ao longo dos tempos temos observado que a ética não é suficiente para atender todos os anseios e angústias dos pacientes e de suas famílias. Isso nos leva a refletir que a assistência à morte é um assunto que a medicina está muito afastada. Passamos a cuidar em um determinado momento a morte sempre como um inimigo que tem que ser vencido de qualquer maneira, mas precisamos entender que ela faz parte do nosso caminho. Precisamos debater mais sobre o assunto”, disse a palestrante. 

Após a explanação, os presentes fizeram perguntas e tiraram dúvidas sobre eutanásia, distanásia e ortotanásia.

Confira abaixo as comissões recém-empossadas, cujos mandatos seguem até 17 de julho de 2021:

UNIDADE MISTA DE SAÚDE JOSÉ ANTÔNIO DA SILVA REGO - membros eleitos para o segundo mandato:

Efetivos: Gabriel Lessa Pinheiro e Guilherme Lessa Pinheiro.

Suplentes: Natane de Moraes Paulino Fassarella e Letízia Aurilio Mattos.

 

INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL – GERÊNCIA EXECUTIVA DUQUE DE CAXIAS – membros eleitos para o terceiro mandato:

Efetivos: Simone Duarte Damato Alves, Jorge de Souza Ferreira Martins e Antonio Felipe Ferrão Mangia

Suplentes: Luciana Leal Reis, Gustavo Luiz Vasconcellos Delfino e Gilberto Fernandes Xavier

INSTITUIÇÃO ADVENTISTA ESTE BRASILEIRA DE PREVENÇÃO E ASSISTÊNCIA A SAÚDE – membros eleitos para o primeiro mandato:

Efetivos: Alexandre Donato Caldas e Celso Homero Siqueira dos Santos.

Suplentes: Jorge Ribeiro da Cunha Júnior e Juliana Fernandes Moysés Donato.

 

HOSPITAL FEDERAL DOS SERVIDORES DO ESTADO – membros eleitos para o sétimo mandato:

Efetivos: Shirley Schiling Pan, Daniel Barbosa Nogueira, Alessandra Gonçalves Lisboa Pereira e Adriana Coutinho Gomes.

Suplentes: Lilia Maria da Serra Costa, Elza Alencar de Mattos, Regina dos Santos Ferraz e Marcelo de Souza Pacheco.

 

 HOSPITAL FEDERAL DA LAGOA – membros eleitos para o décimo mandato:

Efetivos: Luis Antônio Vanni Guerra, Rafael Zdanowski, Roseane Guarconi Piumbini e Pedro Antonio Ramon Haddad.

Suplentes: Tania Maria da Conceição Rocha, Rodrigo Ribeiro Vieiralves, Ana Paula Neves Bordallo e Thiago de Albuquerque Cursino.

 

HOSPITAL MATERNIDADE CARMELA DUTRA – membros eleitos para o oitavo mandato:

Efetivos: Alberto Alves Borges, Fabio do Valle Neves, Armin Guttman e Kátia Maria Pereira Cardoso.

Suplentes: Alessandra Batista de Aguiar Damasceno, João Marcello Deda e Guedes, Renato Maciel do Nascimento e Rosimeyre Alves Campos.

 

INSTITUTO NACIONAL DE TRAUMATOLOGIA E ORTOPEDIA JAMIL HADDAD – membros eleitos para o oitavo mandato:

Efetivos: Phelippe Augusto Valente Maia, Ana Lucia de Sousa Vilela, Marcia Maria Borges Hage Karam e Alan de Paula Mozella.

Suplentes: José Luiz de Alcantara Ramalho Neto, Moyzes Pinto Coelho Duarte Damasceno, Rickson Guedes de Moraes Correia e Mariana de Queiroz Leite Chagas.

 

HOSPITAL QUINTA DOR – membros eleitos para o quarto mandato:

Efetivos: Fabio Neffa Vieira de Castro, Sylvio Luiz Borges Diegues Furtado, Armando Marcio Gonçalves dos Santos e Leonardo Henrique Lima Campioni.

Suplentes: Fernando Rodrigues Toschi, Elza Alencar de Mattos, Elisangela Cordeiro Reis e Glauce Motta de Medeiros.

 

HOSPITAL DE CLÍNICAS SÃO MATHEUS – membros eleitos para o primeiro mandato:

Efetivos: Patrick Brian Candido, Jorge Porto Marassi, Marcia Gonçalves Barboza e Gabriel Teixeira e Mello Pereira.

Suplentes: Fabricio Franklin Costa da Silveira, Alexander Cabral, Denise da Silva Prazeres Pimentel Gomes e Moacyr Simas Moreira.

 

HOSPITAL ILHA DO GOVERNADOR – membros eleitos para o primeiro mandato:

Efetivos: Morvan Medina dos Santos e Carlos Eduardo da Silva Figueiredo.

Suplentes: Nilson Terra Cunha e Monica Oliveira Jornada.

 

CASA DE SAÚDE SANTA LÚCIA – membros eleitos para o terceiro mandato:

Efetivos: Nicole Oliveira Mota Gianini, Celina Machado Acra e Osvaldo Coura Filho.

Suplentes: Denise Mazoni da Silva Pereira, Filipe Bittar e Jorge Fonte de Rezende Filho.