Crise no Hospital Clementino Fraga Filho é tema de reunião

05/09/2017


O Presidente do CREMERJ, Nelson Nahon, e o coordenador da Comissão de Saúde Pública do Conselho, Pablo Vazquez, receberam, nessa segunda-feira, 4, o diretor do Hospital Clementino Fraga Filho (ligado a UFRJ), Eduardo Jorge Cortes, para debater a crise que atinge a unidade.

De acordo com o diretor, a situação crítica do hospital foi agravada com a redução no repasse de recursos. Eduardo Cortes relatou que, de 2010 até agosto deste ano, 234 profissionais se aposentaram e até o momento não foram repostos. 

Eduardo também informou que, mesmo com a crise, o hospital conseguiu aumentar o número de atendimentos e procedimentos com uma redução de custos; e que está sendo finalizado uma nova contratualização com a Secretaria Municipal de Saúde para a reposição de recursos humanos.  

A situação do hospital foi denunciada pelo CREMERJ e pela direção do Clementino Fraga Filho ao Ministério da Educação.