CRM promove fórum de neurofisiologia clínica e neurologia

22/11/2016


A Câmara Técnica de Neurologia do CREMERJ realizou um amplo fórum, nesse sábado, 19, para discutir os temas e queixas mais recorrentes no dia a dia dos especialistas: a dor e as arboviroses emergentes.

À frente da abertura do fórum, o diretor do CREMERJ José Ramon Blanco falou sobre as atribuições do CRM em prol de uma medicina de qualidade.

“Recentemente estivemos em uma reunião com o corpo clínico do Hospital Municipal Souza Aguiar e o prefeito eleito Marcelo Crivella, que nos acenou uma possibilidade de melhor remuneração para os profissionais da saúde. Outra questão que vem sendo colocada por muitos neurofisiologistas é o baixo valor pago pelas operadoras em exames e procedimentos específicos. Gostaria de ressaltar que, no Rio de Janeiro, temos obtido êxito na saúde suplementar com valores 40% maiores do que os recebidos em outros Estados. O importante é frisar que o Conselho segue na luta por melhorias e atua em várias vertentes para valorizar a nossa profissão”, enfatizou José Ramon.

A coordenadora da Câmara Técnica de Neurologia do CREMERJ, Luciana Pamplona, agradeceu o apoio dos membros da Câmara Técnica e explicou a dinâmica do evento. “Nós pensamos em fazer esse fórum dividido em duas partes. A questão da dor foi bastante importante por ser mais assídua no nosso dia a dia. Quanto à segunda parte, com a proximidade do verão e da proliferação dos mosquitos, as arboviroses aumentam e os quadros clínicos se confundem”, destacou a coordenadora, que também proferiu palestra sobre neurozika e arboviroses emergentes.
 
Charles André coordenou palestras e apresentações dos especialistas Jorge Noujaim, Cristiana Pessoa, Christian Naurath e Mariana Quintanilha.