Atestado de óbito é tema de palestra em Petrópolis

12/07/2016


A diretora do CREMERJ Marília de Abreu ministrou nessa quinta-feira, 7, palestra sobre atestado de óbito na Faculdade de Medicina de Petrópolis (FMP). O encontro teve como objetivo orientar e esclarecer dúvidas dos residentes sobre o documento, assim como informar as responsabilidades e as condições em que ele deve ou não ser emitido.
 
Na palestra foi abordado para que servem os dados de óbitos, o papel do médico, o que o médico pode ou não fazer, quem deve emitir, em que situações emitir ou não o atestado, os itens que compõem a declaração e como preencher documento. 
 
“É importante que os estudantes saibam desde a faculdade a importância do atestado de óbito e como é todo o trâmite para emiti-lo. Eles precisam ter a ciência do empenho e do compromisso do médico com relação à veracidade, à completude e à fidedignidade das informações registradas no atestado de óbito, uma vez que é o profissional responsável pelas informações contidas nele”, acrescentou Marília. 
 
Também participaram do evento o conselheiro do CREMERJ Jorge Wanderley Gabrich e o coordenador da Comissão de Residência Médica da FMP, Miguel Koury Filho.