UPAS municipalizadas têm treinamento para atender IAM

31/05/2016


O diretor do CREMERJ Serafim Borges participou nessa quinta-feira, 19, de mais um treinamento do Programa de Apresentação e Treinamento das Diretrizes de Atendimento nas Portas de Entrada de Urgências e Emergências do Infarto Agudo do Miocárdio, promovido pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-RJ). O evento teve como foco as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) municipalizadas.

Serafim enfatizou que o principal objetivo do projeto é a redução do número de mortes por infartos em todo o Rio de Janeiro. “Para ter uma noção, de 2003 a 2010, a expectativa de vida do brasileiro aumentou em 22 anos. Com isso, vieram as doenças fatais, entre elas o AVC e o infarto. Sabendo disso, o Conselho, por meio da Câmara Técnica de Urgência e Emergência, solicitou a implantação desse procedimento há alguns anos. Estamos agradecidos por essa parceria de sucesso com a Secretaria de Saúde”, disse.

O cardiologista da SES-RJ e um dos responsáveis pela coordenação do Programa de Treinamento, Antônio Ribeiro, falou sobre a importância de dar mais dinâmica às UPAs, com a implantação do projeto. “Hoje vamos treinar os profissionais que estão na porta de entrada a realizar um cronograma de atendimento homogêneo ao paciente com suspeita de infarto. Nosso objetivo é preparar ainda mais os médicos, pois assim mais atendimentos podem ser feitos e mais vidas serão salvas”, acrescentou Ribeiro.  

O evento teve início com a apresentação do Projeto Infarto Agudo do Miocárdio (IAM) do Estado do Rio de Janeiro. Em seguida, Maria Lúcia Borges falou sobre a Logística Farmacêutica do Trombolítico. André Feldman realizou uma Introdução ao IAM e, logo depois, Pedro Duccini ministrou palestra sobre o ECG no IAM. O restante da programação priorizou apresentação de vídeos, casos reais e a parte prática. 

Também participaram do treinamento o representante da SES-RJ Virgílio Parreira e o diretor da Sociedade de Cardiologia do Estado do Rio de Janeiro Maximiliano Dutra.