Cabo Frio: reunião debate problemas dos hospitais da região

18/05/2016


O CREMERJ participou, nessa segunda-feira, 16, de uma reunião convocada pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) para discutir os problemas nas unidades de Saúde de Cabo Frio.

Estiveram presente o vice-presidente e o diretor do Conselho Nelson Nahon e Gil Simões; as promotoras de Justiça Vania Manhães e Denise Vidal (também coordenadora do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa da Saúde); a integrante da seccional de Cabo Frio Ângela Del Rosário Santos; a fiscal do Conselho Regional de Enfermagem do Rio de Janeiro Janaina Coutinho; e a médica do Grupo de Apoio Técnico Especializado do MP Luzia Arantes.

A Secretaria Municipal de Saúde foi convidada para a reunião, porém a entidade não enviou representante, mesmo tendo sido convocada diversas vezes, o que causou mal estar entre os presentes.

Durante a reunião, foram apresentados os relatórios das vistorias realizadas pelo Ministério Público em conjunto com o Conselho Regional de Enfermagem nos hospitais da Criança, Central de Emergência, da Mulher e São José Operário. Além disso, o Hospital de Tamoios e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Parque Burle foram fiscalizadas pelo MP.

Também foi discutida a proposta de entrar com uma ação na Justiça para que a Secretaria de Saúde tome medidas para solucionar os graves problemas encontrados nos hospitais da região.

Recentemente o CREMERJ entrou com representação contra o município no MPRJ por conta do caos na saúde pública da cidade. Em diversas fiscalizações realizadas pelo CRM, foi constatado que as cinco unidades hospitalares de Cabo Frio funcionam sem condições adequadas, como ausência de equipamentos e materiais, déficit de recursos humanos, problemas estruturais e superlotação.

“O Conselho considera muito importante a atuação conjunta com outras entidades, pois a situação em Cabo Frio é preocupante. É preciso encontrar com urgência soluções para o município”, declarou Nelson Nahon.