Aprovada em assembleia proposta de reajuste de honorários

05/04/2016


O CREMERJ, a Associação Médica do Estado do Rio de Janeiro (Somerj), o Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro (Sinmed-RJ) e as sociedades de especialidade aprovaram nessa quarta-feira, 30, em assembleia, a proposta de índice de reajuste dos honorários dos médicos de convênios para 2016. A base de cálculo, sugerida Comissão Estadual de Honorários, foi o Fipe Saúde com o acréscimo de 2%, a valer a partir da data de aniversário dos contratos. Nessas datas já são reajustados os valores em anos anteriores, conforme as negociações. 

“É um ano difícil economicamente, mas não podemos deixar de apresentar nossas reivindicações que, de certa forma, corrija a defasagem do valor das consultas”, declarou a coordenadora da Comssu, a conselheira Márcia Rosa de Araujo.

Ainda segundo ela, serão abertas as negociação com as operadoras. Márcia Rosa também explicou que, atualmente, o Fipe Saúde é um índice históricamente mais rentável e que o IPCA é a taxa definida pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) para os contratos entre médicos e operadoras, nos casos de ausência de acordo entre as partes na livre negociação de reajustes. 
 
Fórum

Durante a reunião, também foi anunciada a realização do Fórum Qualidade em Saúde Suplementar, promovido pela Comssu, que acontecerá no dia 13 de maio. O encontro tem o objetivo de reunir representantes das sociedades de especialidade, dos sindicatos e da ANS. A programação do evento estará disponível no site do CREMERJ nos próximos dias.