Evento aborda prevenção à rabdomiólise no treinamento militar

10/03/2016



Representando a direção do CREMERJ e a Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte e Exercício, o coordenador da Câmara Técnica de Medicina Desportiva do Conselho, Serafim Borges, participou de uma mesa de debates no I Workshop de Prevenção da Rabdomiólise no Treinamento Físico Militar (TFM), organizado pelo Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (Cefan), no dia 8 de março.

“A alta incidência da rabdomiólise, que pode levar à insuficiência renal crônica e até a morte, é fato entre aqueles que, sem um estado físico ideal, são submetidos a treinos de longa duração em condições ambientais inadequadas. Parabenizo a Marinha pela preocupação com o tema, trazendo informações claras, debates e formas de prevenção dessa grave intercorrência, principalmente ajustando o treinamento dos jovens que buscam as Forças Armadas”, disse Serafim.

O capitão de corveta e médico da Marinha Maurício Price explicou que o evento foi organizado com o objetivo de qualificar e capacitar os profissionais de saúde e educadores físicos. “Sabemos que o CREMERJ possui uma Câmara Técnica especializada em medicina desportiva, por isso a participação do Conselho está sendo muito positiva. Essa parceria beneficia os nossos militares e todos que apoiam a prática de atividades físicas com supervisão”, frisou.

Além do debate, fizeram parte da programação palestras sobre "Rabdomiólise: aspectos clínicos e fisiológicos da termorregulação e suas consequências"; "Rabdomiólise durante a prática esportiva: aspectos fisiológicos"; "Aspectos diagnósticos e terapêuticos"; e "Prevenção da rabdomiólise em período de adaptação: a experiência da Escola Naval e a Rabdomiólise por esforço físico: atuação do instrutor no TFM".

Por fim, o responsável pelo evento, almirante Carlos Chagas, agradeceu a presença e o apoio do CRM-RJ, reforçando a preocupação da Marinha em debater mais amplamente o tema. “O sucesso desse evento demonstra o cuidado que temos com o assunto, que para nós é relativamente novo. Nosso propósito era que todos saíssem daqui com uma noção do que é a rabdomiólise e conseguimos. Em breve, organizaremos mais uma mesa redonda com especialistas na patologia”, finalizou.

 

                                                 Na foto, o tenente Fabrício Ribeiro, o capitão de corveta Maurício de Souza, o tenente Bruno Terra, a capitã de fragata Ana Maria da Silva e o conselheiro Serafim Borges