CREMERJ lamenta a morte do médico vítima de violência no Rio

26/10/2015


O CREMERJ registra publicamente o seu enorme pesar pela morte do cardiologista Jorge de Paula Guimarães, que estava a caminho do seu plantão no Hospital Estadual Rocha Faria quando foi baleado na cabeça por bandidos na Avenida Brasil, no último dia 24. 

O Conselho solidariza-se com seus familiares, amigos e companheiros de trabalho neste momento de dor e vem a público manifestar o seu repúdio à violência que assola o Estado. Espera-se que as autoridades responsáveis façam uma rápida apuração do crime para que os responsáveis sejam levados à justiça e que as medidas efetivas sejam colocadas em prática para garantir a toda a população mais segurança.