CREMERJ apoia médicos estatutários contra o remanejamento

08/10/2015


Um grupo de médicos da Policlínica Rodolpho Rocco (antigo PAM Del Castilho) esteve na sede do CREMERJ nessa quinta-feira, 1, para uma nova reunião sobre a possível transferência do corpo clínico para outras unidades, após 20 anos de serviço. A proposta de remanejamento partiu da direção do PAM e gerou insatisfação entre os colegas. 

No encontro, o vice-presidente do CREMERJ, Nelson Nahon, e o diretor Gil Simões reforçaram o apoio à situação do grupo “Tirar vocês de lá é prejudicar o atendimento aos pacientes”, afirmou Nahon.

Os médicos, que são servidores federais cedidos ao município após a municipalização da unidade, relataram que já estão em contato com o Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro (Sinmed-RJ) para entrarem com uma ação na Justiça. Ficou acordado que a área jurídica do CREMERJ prestará todo o apoio necessário. O objetivo é ressaltar a importância do trabalho das policlínicas no atendimento primário. 

A subsecretária da Atenção Básica e Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, Betina Durovni, foi convidada para a reunião, que teve a sua data alterada por conta da agenda da médica, mas não compareceu e nem mandou nenhum representante. 

Estiveram presentes os médicos Ana Maria Fiorin, Marcelo Gouvêa, Sandra Lucia Santos, Maria de Fátima Teixeira e Ana Maria Monica.