Associação Médica da Zona Oeste completa 30 anos

02/09/2015


Os conselheiros do CREMERJ Ana Maria Cabral, José Ramon Blanco, Serafim Borges e Armindo Fernando da Costa participaram da comemoração dos 30 anos da Associação Médica da Zona Oeste (Amzo), nessa sexta-feira, 28 de agosto, em Campo Grande, no Rio de Janeiro.

Segundo o presidente da Amzo, José Wagner Mota, a associação surgiu da necessidade de reunir os médicos da região em defesa da categoria.

“A Zona Oeste é distante do Centro, então um grupo fundou a associação para dar visibilidade à região, além de atender às necessidades das causas médicas. O CREMERJ nos ajudou muito quando trouxe uma de suas subsedes para cá”, ressaltou José Wagner.

Atual vice-presidente da Amzo e do CREMERJ, Ana Maria Cabral reforçou a importância da união da categoria médica da região e os cursos de educação médica, organizadas pela associação. 

“Temos o objetivo de unir os médicos, entender quais as suas necessidades e dar qualidade à medicina nessa região, através da educação médica continuada. Nós procuramos trazer palestrantes diversificados. Quando há um tema específico, os próprios médicos daqui divulgam o colega que é especialista em determinada área. Enfim, somos referência para os médicos da região”, explicou Ana Maria.

Para Serafim Borges, os 30 anos da Amzo são de grande importância para a categoria médica. “É fundamental que as associações cumpram o papel de atualizar os colegas, através de cursos e fóruns, como os organizados pelo CREMERJ. Nós sempre apoiaremos os esforços para a realização da boa prática médica. Isso traz benefícios para os pacientes”.

Após as homenagens a todos os sete presidentes que passaram pela associação em seus 30 anos de existência, o ex-diretor do hospital Nossa Senhora do Carmo Fernando Boigues fez uma breve apresentação sobre saúde mental nos dias atuais e também aproveitou a ocasião para falar sobre a associação. 

“Trabalhei na Amzo por 16 anos. A associação realiza uma boa agregação dos médicos, fazendo com que debatam e promovam eventos como esse, além de ter um papel muito forte junto ao CREMERJ. Pela frente, o desafio da Amzo é conseguir estar mais presente na vida do médico do município do Rio, não somente se restringir à Zona Oeste”, encerrou Fernando.