HFSE: médicos do serviço de cirurgia vascular expõem problemas

29/06/2015


O CREMERJ se reuniu com membros do corpo clínico do serviço de cirurgia vascular do Hospital Federal dos Servidores do Estado (HFSE), nessa quarta-feira, 24, para falar sobre os problemas causados pela atual gestão do serviço. Estavam presentes a reunião o presidente do CREMERJ, Pablo Vazquez, o diretor Gil Simões, e os médicos José Luís Nascimento Silva, Rodrigo de Melo, Vivian Ribeiro e Bruno Pedrete. 
 
No encontro, os médicos manifestaram suas preocupações com a nova administração e protocolaram uma carta onde relatam os problemas causados por ela, como o afastamento de preceptores e a falta de estímulo do corpo clínico, insatisfeitos com a atual gestão.  
 
Segundo eles, houve a tentativa de nomeação de um novo chefe para o serviço, porém não foi aceita pela direção do hospital.
 
No dia anterior, o Conselho havia se reunido com os residentes do HFSE. Na reunião, os médicos falaram sobre o movimento de greve iniciado por eles e sobre os problemas que envolvem as mudanças no serviço de cirurgia vascular e que, segundo eles, está afetando a qualidade do programa de residência.
 
“O hospital dos Servidores tem um papel de destaque na formação de novos médicos e de excelência no atendimento ao paciente, características que o tornou uma referência. Por isso é muito importante o bom funcionamento de todos os serviços“, disse Pablo Vazquez.
 
Na ocasião, os médicos ressaltaram que o movimento dos residentes tem o apoio do corpo clínico do serviço, porém são totalmente independentes.
 
O CREMERJ irá se reunir com o diretor do hospital, no dia 1º de julho, para debater o assunto com a direção do HFSE .