CREMERJ questiona Fundação Saúde sobre problemas do Iecac

23/06/2015


O CREMERJ recebeu, em sua sede, nessa segunda-feira, 22, representantes da Fundação Saúde e do Instituto Estadual de Cardiologia Aloysio Castro (Iecac) para falar sobre a situação dessa unidade, que recentemente apresentou problemas, como falta de medicamentos e suspensão do serviço de limpeza, constatados pelo Conselho em fiscalização no dia 12 de junho. Na ocasião, o presidente do CREMERJ, Pablo Vazquez, relatou que a entidade abrirá uma ação judicial contra o governador Luiz Fernando Pezão devido ao sucateamento do instituto – que é referência na formação de novos médicos e no tratamento de patologias cardíacas no Rio de Janeiro.

“Essa fiscalização constatou que havia falta de medicamentos e que o atraso de pagamentos à empresa terceirizada de limpeza prejudicou a prestação dos serviços. Além disso, verificamos sérios problemas nos elevadores e o fechamento de leitos. Vamos abrir sindicância para apurar os prejuízos à assistência médica e as devidas responsabilidades”, afirmou Vazquez.

A diretora-executiva da Fundação Saúde, Clarisse Lobo, reconheceu que o instituto passa por problemas. Para ela, um dos mais críticos é o estado dos elevadores. Por terem instalações antigas, as peças precisam ser fabricadas, pois não existem no mercado.

Sobre a limpeza, a diretora-executiva da Fundação Saúde esclareceu que a empresa licitada ficou sem receber repasse financeiro por alguns meses em 2014, mas os pagamentos estão sendo regularizados.

Em relação ao fechamento de leitos da Unidade de Cardiologia Invasiva (UCI), Clarisse Lobo explicou que essas vagas apenas deixaram de fazer parte de uma unidade fechada e se tornaram de enfermaria.

De acordo com a diretora-técnica do instituto, Maria Eulália Pfeiffer, há um déficit de 28 médicos no Iecac. A representante da Fundação Clarisse Lobo esclareceu que um concurso público foi solicitado e deverá ser publicado este ano. “Esse concurso não será apenas para o Iecac, mas para todas as unidades geridas pela Fundação”, afirmou.

No término da reunião, Pablo Vazquez informou que o CREMERJ se reunirá com representantes do corpo clínico do instituto ainda esta semana. O diretor do Conselho Gil Simões também entregou à diretoria do Iecac uma cópia da fiscalização realizada no dia 12 de junho. Além deles, a conselheira do CREMERJ Marília de Abreu e o diretor-geral do Iecac, Rossi Murilo da Silva, participaram do encontro.