Médicos de Angra decidem por não fazer horas extras

11/05/2015


Em assembleia realizada nessa quarta-feira, 7, médicos de Angra dos Reis optaram pelo não cumprimento de horas extras. A decisão foi motivada pelos recorrentes atrasos salariais e a ausência de pagamento dos últimos dois meses, além da falta de remuneração das horas extras.
 
Esse foi o terceiro encontro do grupo, que se reuniu com o vice-presidente do CREMERJ Nelson Nahon, os membros da seccional do CREMERJ de Angra dos Reis Celso Kreimer, Ilmar Lima e Ywalter Gusmão, representantes do Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro (Sinmed-RJ), o presidente Jorge Darze e a vice-presidente Sara Padron, e a vereadora Cássia Caldelas.
 
Nas duas primeiras assembleias, realizadas nos dias 15 e 29 de abril, a categoria estipulou prazo de 15 e 7 dias, respectivamente, para a regularização dos salários e demais remunerações. Com o vencimento dos prazos, foi tomada a decisão de suspender o cumprimento de horas extras.
 
Na terça-feira, 12, o grupo se reunirá novamente para uma manifestação em frente à Câmara Municipal de Angra dos Reis. O ato se inicia às 11 horas e segue até as 13h, com destino à 1ª Vara Civil do município.