Cocem: três comissões de ética médica tomam posse

11/12/2014


A Coordenação das Comissões de Ética Médica (Cocem) do CREMERJ realizou nessa terça-feira, 9, a última reunião do ano, na sede da entidade, para debater assuntos, como a gratificação dos médicos federais. No encontro, três comissões de ética médica também tomaram posse, que foram: Departamento Municipal de Perícias Médicas, Hospital Pró-Cardíaco e Hospital Municipal Salgado Filho.
 
O diretor do CREMERJ Pablo Vazquez, que coordena a Cocem, iniciou a reunião, relembrando movimentos que o CREMERJ tem atuado e apoiado, como o dos médicos federais, que lutam pela normalização das gratificações por desempenho, e da perícia médica do município. Vazquez também citou a situação dos hospitais estaduais e dos institutos, geridos atualmente pela Fundação Saúde. Os principais problemas são a diversidade de vínculos empregatícios e a falta de insumos em algumas unidades.
 
Além disso, as dificuldades enfrentadas nos hospitais municipais e federais foram abordadas. Outra questão preocupante, segundo Vazquez, é quanto à implantação do Serviço de Verificação de Óbitos (SVO).
 
“O CREMERJ foi ao Ministério Público, com a sua assessoria jurídica, para falar desse assunto. Também, falamos com o secretário municipal de Saúde sobre esse tema, que se dispôs a tratar do problema”, afirmou.
 
Segundo o conselheiro do CREMERJ Armindo Fernando da Costa, o Conselho acompanhou o corpo clínico do Instituto Estadual de Cardiologia Aloysio de Castro (Iecac) para se reunir com a Fundação Saúde, porém o encontro foi cancelado pela direção da entidade estadual.

Armindo Fernando também incentivou a participação dos colegas no fórum, promovido pela Câmara Técnica de Medicina Legal, nesse sábado, 13, na sede da entidade.
 
Pablo Vazquez lembrou ainda que, em 2014, o movimento médico contabilizou conquistas, como a aprovação da lei 13.003/2014, que regulamenta a contratualização do médico com os planos de saúde, e a determinação do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro pela reabertura do CTI pediátrico do Hospital Municipal Souza Aguiar – frentes que foram defendidas com vigor pelo CREMERJ. 
 
Em seguida, Vazquez deu início à solenidade de posse das unidades de saúde.
 
“O papel das comissões de ética médica é muito importante. Cada membro tem o dever de zelar pela qualidade da prática médica e pela aplicação do Código de Ética Médica em seu local de trabalho”, salientou.
 
Os diretores do CREMERJ Serafim Borges e Gil Simões também participaram da reunião.
 
Confira abaixo as comissões recém-empossadas, cujos mandatos seguem até dezembro de 2017.
 
DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE PERÍCIAS MÉDICAS - membros eleitos para o quinto mandato:
Efetivos: Ana Paula Guerra Vianna e Márcio Barbosa Dionysio.
Suplentes: Sandra de Figueiredo Rabello Prado e Helder Antônio Agostini de Matos.
 
HOSPITAL PRÓ-CARDÍACO - membros eleitos para o sexto mandato:
Efetivos: Fernando Oswaldo Dias Rangel, André Volschan, Janaína Figueira Ferreira e Francisco José Valladares do Nascimento.
Suplentes: Marcelo Iorio Garcia, Daniel Xavier de Brito Setta, Jorge Sabino e Flávio Eduardo Nacul.
 
HOSPITAL MUNICIPAL SALGADO FILHO - membros eleitos para o nono mandato:
Efetivos: Cristina Faria Amorim, Alessandra Almeida Rocha, Francisco Eduardo Penna Doutel de Andrade e Maria Augusta da Silva Oliveira.
Suplentes: Leila Maria Barquette, Hugo de Souza, Carlos Alberto Lopes Espinho e Sabrina Monteiro SantAnna.