CRM entra na justiça para suspender concurso em Volta Redonda

16/07/2014


Na última terça-feira, 15, o CREMERJ entrou com um mandado de segurança coletivo na Justiça Federal solicitando a suspensão do concurso público da prefeitura de Volta Redonda (edital 006/2014), em função dos irrisórios vencimentos de R$ 911,43 para os médicos. 

O Conselho já havia feito um alerta, em junho, para que os médicos não se inscrevessem nesse concurso. A categoria luta por condições dignas de trabalho, por uma saúde de qualidade e por concursos públicos com salários justos. A Federação Nacional dos Médicos (Fenam) defende o piso salarial de R$ 10.991,19. 

"Não podemos admitir que se ofereça um salário indigno como este para os colegas concursados", afirmou o presidente do CREMERJ, Sidnei Ferreira.