HUSF inaugura ampliação da Unidade de Terapia Intensiva

30/04/2014


O CREMERJ participou nessa terça-feira, 29, da inauguração da ampliação da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de adultos do Hospital Universitário Sul Fluminense (HUSF), em Vassouras. Com a expansão, a unidade passa a ser a maior da região Centro-Sul Fluminense, com 20 leitos.  A meta do hospital é oferecer 40 vagas para a população.
      
Para o conselheiro do CREMERJ Olavo Guilherme Marassi Filho, que na solenidade representou o presidente do CREMERJ, Sidnei Ferreira, o trabalho realizado pelo Hospital Universitário Sul Fluminense é um exemplo de que é possível se fazer saúde com investimentos públicos com qualidade, transparência e competência.
 
"A ampliação da UTI do HUSF, inclusive de sua capacidade, será um marco regional, principalmente pelo fato de atender não somente à demanda de Vassouras, mas também aos municípios vizinhos. Temos que parabenizar a iniciativa de toda a equipe gestora, pelo foco na qualidade da estrutura e também de seu corpo clínico. Essa é a direção que rotineiramente lutamos aqui no Conselho. A cidade de Vassouras e seus representantes mostram que é possível fazer saúde com qualidade, oferecendo condições adequadas para o trabalho médico.
 
Criado para funcionar como escola aos alunos do curso de medicina da Universidade Severino Sombra, o HUSF é mantido pela Fundação Educacional Severino Sombra e atende mensalmente a 15 mil pacientes. Atualmente, a unidade é a principal responsável pelo atendimento de pacientes de todo o Centro-Sul Fluminense, além de receber doentes oriundos de vários municípios da Baixada Fluminense. 
 
Depois de vários problemas enfrentados na última gestão, o HUSF comemora também a reabertura da residência médica e o retorno de diversas especialidades, que contribuem para transformar a unidade em uma referência da região Centro-Sul Fluminense. O hospital receberá ainda este ano um centro oncológico, após um convênio com o Ministério da Saúde, e aguarda a liberação da pasta para a implantação de mais 20 novas vagas na UTI.
     
Na ocasião, a diretora administrativa do HUSF, Denize Celento, ressaltou que a nova UTI atenderá todo o Estado do Rio de Janeiro. Os leitos, observou, serão regulados pela Secretaria Estadual de Saúde. 
 
“Com oito leitos, mal conseguíamos atender às demandas do Centro-Sul Fluminense. Agora, temos uma UTI estadual”, disse ela.
 
Participaram também da inauguração o presidente da Fundação Educacional Severino Sombra, mantenedora do HUSF, o engenheiro Marco Capute; a direção do hospital, médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, além de autoridades, como o prefeito Renan Vinícius; o secretário municipal de Saúde, Altair Paulino, e vários vereadores. Estiveram presentes, ainda, os secretários municipais de Saúde de Três Rios e Paraíba do Sul, Luiz Alberto Barbosa e Maria Cristina Silva Souza; a presidente da Comissão de Terapia Intensiva do Estado do Rio de Janeiro e responsável pelo credenciamento da UTI, Rosane Godwaies; e a presidente da Sociedade de Terapia Intensiva do Estado do Rio de Janeiro, Celina Machado Acra.
 
Referência
 
O Hospital Universitário Sul Fluminense da Universidade Severino Sombra é considerado referência regional em: hemoterapia, neurocirurgia, cirurgia cardíaca, oncologia, captação de órgãos para transplantes, atendimento de acidentes por animais peçonhentos e atendimento de acidentes por organofosforados.
 
Possui uma estrutura composta por oito prédios. Dispõe de Centro de Estudos; Laboratório de Técnica Cirúrgica, Pavilhão Silva Mello (com 10 salas de 48 lugares); sala de vídeo (com 105 lugares); prédio Walter Capanema de Miranda (com seis salas de aulas de 100 lugares); Laboratório de Habilidades Multidisciplinares; Laboratório de Informática; Ambulatório Docente e Clínica Odontológica.