CREMERJ participa da comemoração da Someduc pelo Dia do Médico

04/11/2013


A Associação Médica de Duque de Caxias (Someduc) comemorou o Dia do Médico com homenagens, palestra e coquetel, nessa quinta-feira, 31, no Hotel Mont Blanc. O CREMERJ participou do evento e parabenizou a todos os colegas que trabalham no município.

Em sua participação, o vice-presidente do CREMERJ, Nelson Nahon, criticou o programa “Mais Médicos para o Brasil”.

“Não temos nada contra os médicos estrangeiros, mas eles têm que fazer a revalidação do diploma e ter proficiência em língua portuguesa. No entanto, com o Mais Médicos, a lei aprovada, quando determina que o registro dos médicos estrangeiros sem revalida se dará pelo Ministério da Saúde, agride os Conselho, os médicos, a medicina e a população. O CREMERJ continuará exigindo os documentos que o governo tem por obrigação legal enviar, para que possa fiscalizar e proteger a população", disse.

Nahon apontou como solução para a crise da saúde a aprovação do projeto que destina 10% da receita bruta do governo federal para a saúde. Além disso, ele declarou que o CREMERJ não deixará de lutar por salários justos e condições dignas de trabalho para os médicos e por uma saúde pública de qualidade para toda a população.

No evento, foram homenageados o urologista Heros Valeriano Moyses e o clínico geral Henrique Samuel Gotlib, que receberam a placa de Médico do Ano de 2013.

“A sociedade, que completa 20 anos em 2014, desta vez inovou e homenageou dois médicos e não apenas um, como é feito tradicionalmente.  Estamos reestruturando a Someduc para que possamos crescer cada vez mais”, disse o presidente da entidade, Cesar Danilo Angelim Leal.

Participaram também da solenidade o presidente da Associação Médica do Estado do Rio de Janeiro (Somerj) e conselheiro do CREMERJ, José Ramon Blanco; o conselheiro Luís Fernando Moraes; o coordenador da seccional de Duque de Caxias, Benjamin Baptista de Almeida; e o diretor do Hospital Caxias DOr, Hermano Ramiro de Souza Aguiar, além de outros.