Entidades médicas pedem apoio a parlamentares do Rio

13/08/2013


Em encontro promovido pelo CREMERJ na manhã desta segunda-feira, 12, representantes de entidades e estudantes de medicina se reuniram com parlamentares da bancada do Rio de Janeiro para debater o apoio à derrubada dos vetos presidenciais à lei que regulamenta o exercício da medicina no país e contra a Medida Provisória 621/2013, que institui o Programa Mais Médicos. 

A presidente do CREMERJ, Márcia Rosa de Araujo, que abriu a reunião, afirmou que a categoria está empenhada nessa causa e que, durante esta semana, as ações serão ainda mais intensificadas. 

“O que queremos é apenas lutar por nossos direitos, por melhores condições de trabalho e por uma assistência de saúde de qualidade para a população. Os vetos feitos à Lei do Ato Médico são absurdos e a MP 621 é outro equívoco do governo. Essa medida é imediatista e eleitoreira e não resolve o problema”, declarou Márcia Rosa. 

Para o vice-presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Aloísio Tibiriçá, esse é um momento histórico para a categoria, por isso a união é fundamental. 

“Esse projeto de lei tramitou por 11 anos e passou por 27 audiências públicas. Os vetos são um verdadeiro desrespeito ao trabalho dos parlamentares que tanto debateram o tema, inclusive com representantes das entidades profissionais”, disse.

A deputada federal Jandira Feghali e o deputado federal Hugo Leal, que na ocasião foi representado pelo assessor Alexis Japiassu, declararam o seu apoio à categoria. 

Durante a reunião, que contou com a participação de estudantes de medicina da Universidade Gama Filho e membros da União Nacional de Estudantes (UNE), decidiu-se criar uma moção de apoio ao movimento dos alunos, que será assinada por todas as entidades presentes.

Além dos conselheiros do CREMERJ, participaram do encontro: Diego Puccini, presidente da Associação dos Médicos Residentes do Rio de Janeiro (Amererj); Jorge Darze, presidente do Sindicato dos Médicos (Sinmed-RJ); Pietro Novellino, presidente da Academia Nacional de Medicina (ANM); Hilton Koch, presidente da Academia de Medicina do Estado do RJ; José Ramon Blanco, presidente da Somerj; Afrânio de Oliveira, da Sociedade Brasileira de Mastologia; Ana Cristina Pereira, da Sociedade de Anestesiologia do RJ; Eduardo Barreto, da Sociedade de Neurocirurgia-RJ; Luiz Paulo Loivos, da Sociedade de Pneumologia e Tisiologia-RJ; Marcus Safady, da Sociedade Brasileira de Oftalmologia; Carlos Eduardo Virgin, da Sociedade de Cirurgia Vascular-RJ, Carlos Alberto Souza, diretor da Sociedade de Radiologia-RJ; além de representantes das associações médicas de bairro e membros de outras entidades.