CREMERJ levará denúncias de médicos reguladores às autoridades

29/05/2013


O CREMERJ vem recebendo, continuamente, uma série de denúncias dos médicos que trabalham nas Centrais de Regulação. Os profissionais estão sofrendo pressões por parte das autoridades, que, por meio de determinações judiciais, exigem que eles realizem transferências de pacientes em estado grave para leitos de UTI.

Como constatado pelo CREMERJ durante as fiscalizações nos hospitais, nem sempre está disponível na rede pública de Saúde do Rio de Janeiro um número ideal de leitos para contemplar os pacientes. Desta forma, os médicos das centrais reguladoras ficam entregues à própria sorte para conseguir cumprir os mandados judiciais. Caso isto não ocorra, eles correm o risco de serem presos. 

Diante de tais abusos, visto que a situação foge do controle dos médicos reguladores, o CREMERJ informa que está tomando as medidas necessárias para resolver a questão. A primeira ação será uma reunião com os médicos das Centrais de Regulação do Estado e do Município, já agendada para o dia 7 de junho, às 11h, na sede do Conselho. Em seguida, munido das informações necessárias para reivindicar soluções rápidas e eficazes, o CREMERJ se reunirá com o Secretário Estadual de Saúde, Sérgio Côrtes, e com a presidente do Tribunal de Justiça, a desembargadora Leila Mariano.