CRM participa de ato público pela saúde em Brasília

12/04/2013


Em apoio ao Movimento Nacional em Defesa da Saúde Pública – o Saúde+10 –, os conselheiros do CREMERJ Aloísio Tibiriçá, Nelson Nahon e Makhoul Moussallen participaram de uma caminhada na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, nessa quarta-feira, 10, para atrair a atenção do Congresso Nacional para a atual situação da saúde pública brasileira, que está caótica. O movimento, que é uma iniciativa do Conselho Federal de Medicina (CFM), da Associação Médica Brasileira (AMB) e da Federação Nacional dos Médicos (Fenam), alerta para a necessidade de vincular 10% dos recursos brutos da União ao segmento. Para isso, o objetivo é coletar 1,5 milhão de assinaturas para que um projeto de lei de iniciativa popular possa ser criado. 

“Viemos a Brasília representar os mais de 400 mil médicos que exigem do governo a valorização da medicina e o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS), com o adequado e necessário aporte financeiro que o setor requer. Acreditamos que em breve voltaremos ao Congresso Nacional, desta vez para entregar as assinaturas do projeto de lei”, afirmou o conselheiro do CREMERJ e vice-presidente do CFM, Aloísio Tibiriçá. 

Até o momento, o Movimento Saúde+10 – criado há um ano – conseguiu recolher mais de 1,2 milhão de assinaturas. Além das entidades nacionais, os Conselhos Regionais de Medicina, sindicatos, associações e sociedades de especialidades têm contribuído com a divulgação da causa e têm conseguido o apoio da população.