HGB: ações tomadas para solução são expostas pelo CRM

25/10/2012


A diretoria do CREMERJ esteve no Hospital Federal de Bonsucesso nessa quinta-feira, 25, em reunião com a direção e representantes do corpo clínico e da comissão de ética da unidade para relatar o que foi discutido no encontro com as três esferas de governo: Secretarias Estadual e Municipal de Saúde e Núcleo Estadual do Ministério da Saúde no Rio de Janeiro (Nerj). O Conselho está acompanhando de perto a situação do HGB e irá ao Ministério Público Federal discutir a solução para a superlotação da emergência, alocada há um ano e oito meses em um contêiner.

“O Conselho está ao lado dos médicos. O CREMERJ irá ouvir as propostas e perspectivas do corpo clínico para a melhora do HGB. O Conselho tem lutado para que todas as esferas de governo se reúnam e tracem na prática uma política de regulação da rede no menos tempo possível. Do que depender de nós, esse problema será resolvido”, salientou a presidente Márcia Rosa de Araujo.

Durante a reunião, os médicos trataram de casos angustiantes que vivenciam por conta das condições insalubres na emergência e da falta de estrutura em toda a unidade. Participaram do encontro os conselheiros Sidnei Ferreira, Armindo Fernando da Costa e Pablo Vazquez, que ressaltou que “temos um governo com vitória na área econômica, mas na saúde não é investido o suficiente. Não há avanço sem saúde de qualidade. Temos que cobrar de quem é de direito e o Conselho, sendo o elo com a sociedade, tem o dever de clamar a atenção dos governantes”.

Na última segunda-feira, 22, em reunião com as entidades, foi levantado o compromisso de regular os pacientes da emergência do Hospital de Bonsucesso para outros hospitais federais, com monitoração do acolhimento por classificação de risco. O número máximo de leitos foi determinado em 35 e, caso esse número seja ultrapassado, a rede deverá transferir o paciente para outro hospital.

Para a próxima segunda-feira, 29, está marcada uma assembleia com o corpo clínico para tratar do assunto internamente. As sugestões serão enumeradas em ata e encaminhadas à direção do hospital.