Clipping - Conselho Regional de Medicina faz representação criminal contra fornecedores

BandNews FM Rio /

19/03/2020


Fabricantes e distribuidores têm praticado preços abusivos na venda de insumos contra o coronavírus

O Conselho Regional de Medicina do Rio entrou com uma representação criminal na Justiça Federal contra empresas que fornecem materiais a clínicas e hospitais das redes pública e privada, por crime contra a economia popular.

Segundo o Cremerj, alguns fabricantes e distribuidores de itens como máscaras, luvas e gorros de proteção têm se aproveitado da pandemia do coronavírus e praticado preços abusivos na venda de mercadorias deste tipo, o que tem provocado a falta dos artigos nas unidades de saúde.

Uma máscara N95 que, segundo o Conselho Regional de Medicina, custava R$ 0,79, têm sido repassadas por distribuidoras a clínicas e hospitais a R$ 12,00.

Para o presidente do Cremerj, Sylvio Provenzano, a população e as autoridades têm dado sua parcela de sacrifício no combate aos efeitos da Covid-19. E, com fornecedores do ramo, não pode ser diferente.

Além das redes pública e privada de saúde, farmácias também têm se queixado de preços abusivos de máscaras e álcool em gel praticados por fornecedores.