Clipping - Estudo avalia a alimentação das crianças brasileiras

Extra / Bem Viver

18/03/2019


Começa hoje a primeira etapa do Estudo Nacional de Alimentação e Nutrição Infantil (Enani). Pela primeira vez no país, 15 mil domicílios em 123 municípios receberão a visita de pesquisadores que coletarão informações detalhadas sobre hábitos alimentares, peso e altura de crianças de até 5 anos. Também serão realizados exames de sangue nos participantes com mais de 6 meses de vida e o mapeamento sanguíneo de 14 micronutrientes, como os minerais zinco e selênio, e vitaminas do complexo B; investigadas informações sobre amamentação, doação de leite humano, consumo de suplementos de vitaminas e minerais; habilidades culinárias; ambiente alimentar e condições sociais da família.

O objetivo é obter dados inéditos sobre o crescimento e o desenvolvimento infantil para compor um retrato da nutrição infantil no Brasil, que possa subsidiar a elaboração de políticas públicas na área de saúde e nutrição no futuro.

— Os dados sobre estado nutricional antropométrico poderão ajudar a responder, por exemplo, se a desnutrição está realmente diminuindo como um problema epidemiológico. Por outro lado, o estudo deverá corroborar a acertada definição do Ministério da Saúde em indicar a prevenção da obesidade como prioridade em sua agenda — adianta o coordenador nacional do Enani, o pesquisador Gilberto Kac.